PUBLICIDADE

Topo

Ser grande é pra poucas empresas no Brasil, e esgotamento mental é real

Empreendedora Maitê Lourenço - Divulgação
Empreendedora Maitê Lourenço Imagem: Divulgação

Do TAB

28/03/2020 04h00

Em entrevista para o podcast "Fora da Curva" de TAB, a empreendedora e psicóloga Maitê Lourenço fala da possibilidade de esgotamento mental, até mesmo para uma psicóloga que atua no mundo do empreendedorismo, e da capacidade de equilibrar a pressão de bater metas, vender, pagar contas, ser feliz e ainda manter o equilíbrio mental em dia (ouça abaixo a partir de 21:05).

Em conversa com a apresentadora Moniquem Evelle, ela afirmou que "a psicologia traz esse olhar, mas também é poder entender quais são os seus limites [...] Esse lugar de visibilidade, de ter milhares de espaços que você frequenta e querer ainda vender o seu produto, vender o seu serviço e estar ali ativo é muito exaustivo. Acho que você tem que fazer algumas escolhas [...] ou eu me cuido, olho para mim e falo vários nãos, ou entro nesse looping e acabo desenvolvendo diversas coisas que eu não sei onde que vai dar". Ela também recomendou terapia como uma saída e falou sobre o preconceito que ainda existe sobre o tratamento entre os mais velhos.

Outro assunto levantando foi a frustração e muitas vezes a fantasia na busca das empresas de se tornarem "unicórnios" [empresa com valor de mercado acima de 1 bilhão de dólares] e as similaridades de empresas que conseguem essa marca. "Se a gente vir os unicórnios do Brasil, todos eles tiveram alguma passagem fora do Brasil. E isso não é uma característica diferencial deles [...] os investidores esperam que essas pessoas que foram para fora sejam de fato os empreendedores que tenham o potencial para serem unicórnios", afirmou Lourenço (ouça a partir de 23:33).

"Então, a gente tem que tomar muito cuidado com essa fantasia de unicórnio. Sendo que ainda é um ato excludente de empreendedores", completou ela, que é fundadora e CEO da BlackRocks Startups, que estimula a participação de empreendedores negros no mercado de tecnologia, informação e startup.

A jornada de Maitê Lourenço no mundo do empreendedorismo começou em 2010, quando criou a iniciativa Cia. de Currículos, que ajudava a criar documentos para pessoas físicas que buscavam colocação no mercado. Em 2017, foi finalista do Startup Awards na categoria Impacto Social, sendo uma das mulheres inspiradoras da organização Think Olga e premiada pela revista Veja no Prêmio Veja-se, na categoria diversidade.

"Fora da Curva" vai ao ar todas as quintas-feiras. Sua apresentadora, Monique Evelle, foi eleita em 2017 pela revista "Forbes" como "Under 30" (personalidades de destaque com menos de 30 anos), é autora do livro "Empreendedorismo Feminino: Olhar Estratégico sem Romantismo", idealizadora da plataforma Desabafo Social e sócia da Sharp, empresa de inteligência cultural. Já realizou três palestras no evento TEDx e foi repórter do programa "Profissão Repórter".

Podcasts são programas de áudio que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar — no computador, smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Fora da Curva, por exemplo, no Spotify, na Apple Podcasts e no YouTube.