Topo

Notícias


A febre que faz jovens e crianças doarem dinheiro a estrelas do TikTok

Já conhecido no Brasil, TikTok foi ganhando hype à medida que passou a focar em sua expansão no Ocidente - Alexandre Moura / Uol
Já conhecido no Brasil, TikTok foi ganhando hype à medida que passou a focar em sua expansão no Ocidente Imagem: Alexandre Moura / Uol

Do TAB, em São Paulo

03/07/2019 13h42

O aplicativo de compartilhamento de vídeos TikTok afirmou que "lamenta" que algumas crianças e jovens se sintam pressionadas a enviar dinheiro para seus influenciadores favoritos dentro da plataforma.

Febre entre o público teen, o TikTok é conhecido por permitir que jovens e crianças gravem pequenos clipes com dublagem e coreografias das últimas tendências da música. Como forma de incentivo, é permitido enviar "presentes digitais"aos influenciados. Segundo reportagem da BBC, muitas das estrelas do aplicativo têm aproveitado para estimular doações oferecendo seus números de telefone em troca.

O site britânico foi atrás de jovens que passaram por essa experiência. Há histórias como o da britânica Claire (nome fictício). Com apenas 12 anos, ela doou cerca de 100 libras (equivalente a R$ 530) para conseguir conversar por telefone com seu videomaker favorito, Sebastian Moy. O ídolo estimulou mais de duas doações, mas nunca atendeu ao telefone.

Moy tem 3,8 milhões de fãs no TikTok e não quebrou nenhuma das regras do aplicativo. À BBC, o aplicativo, que é propriedade da chinesa Bytedance, afirmou que vai rever as regras para fortalecer suas políticas e diretrizes, mas não informou como.

Febre

O TikTok é o aplicativo de mídia social que mais cresce no mundo e estima-se que conta com cerca de 500 milhões de usuários regulares. A empresa diz que é mais popular entre pessoas de 16 a 24 anos, mas há evidências de que muitos usuários têm menos de 13 anos, o que vai contra as diretrizes do aplicativo.

Já o gifting, como é chamada essas transmissões "patrocinadas", é uma ação bastante popular na China, e tem sido testado no resto do mundo em modelos de negócios como o TikTok. A questão é que a rápida ascensão do aplicativo tem levado a prática a níveis de interação nunca antes experimentado.

De acordo com a BBC, os videomakers com mais de 1.000 seguidores podem fazer transissões ao vivo, e é durante essas "lives" que mais se recebe presentes digitais. Alguns influenciadores britânicos chegam a ganhar milhares de libras durante uma transmissão, segundo a reportagem. Muitos oferecem "duetos" e ligações em contrapartida.

Rhys, um usuário de 20 anos, disse que gastou mais de 1 mil libras sem perceber. "Jogar no TikTok é um pouco como apostar", disse ele. "É viciante. Eu realmente não vi nada de errado nisso na época, mas agora acho que não vale a pena."

O TikTok já foi multado em US$ 5,7 milhões por um regulador dos EUA após ser acusada de violar a privacidade de pessoais menores de 13 anos sem o consentimento dos pais e é alvo de inquérito pelo mesmo motivo no Reino Unido.

Fique por dentro de comportamento e cultura seguindo o TAB no Instagram e tenha conteúdos extras sobre inovação, tecnologia e estilo de vida.

Mais Notícias