PUBLICIDADE
Topo

Caso Pugliesi: 'internet não é lugar de ser 100% espontâneo', diz analista

Analista de tendências Iza Dezon - Divulgação
Analista de tendências Iza Dezon Imagem: Divulgação

Do TAB

02/05/2020 04h00

Em entrevista a Monique Evelle, Iza Dezon, especialista em tendências formada pela Peclers Paris, analisa a cultura do cancelamento durante a pandemia — momento em que estamos mais conectados e dependentes das redes sociais para socializar. A conversa rolou duranteo episódio 12 do podcast "Fora da Curva", que vai ao ar às quintas-feiras pelo TAB.

Monique trouxe para a conversa a polêmica sobre a digital influencer Gabriela Pugliesi, que fez uma festa durante a quarentena e compartilhou diversos momentos da confraternização em suas redes sociais (ouça abaixo a partir de 10:12).

"Eu dou uma aula sobre isso há um tempão [...] mostro campanhas de grandes marcas que caíram na internet em menos de 24 horas, eu faço esse exercício há anos num curso que eu dou na FAAP [...] 90% dos casos [de gafes em público] não foram olhares plurais o suficiente que estiveram envolvidos nos processos que levaram isso adiante", comentou Iza.

Sobre as pessoas físicas, Dezon lembrou que é preciso ter responsabilidade com o que se propaga na internet e afirmou que errar é humano. Para ela, as redes não são um espaço para ser totalmente espontâneo (ouça a partir de 13:48).

"As pessoas físicas têm uma responsabilidade de ter certeza do que estão falando. [...] aquilo ali não é cem por cento espontâneo, você parou e escreveu, e colocou e postou [...] Não dá para usar o Instagram como mandar mensagem pro ex sem querer de porre", exemplificou Dezon.

Monique lembrou que artistas cancelados em 2019 voltaram à ativa nas redes sociais, mesmo após as hashtags de #cancelado usadas, e comparou o processo de cancelamento a um episódio da série "Black Mirror", em que pessoas escolhem quem deve morrer em uma votação pela internet, simplesmente por não concordarem com elas — e as pessoas acabam de fato morrendo (ouça a partir de 14:43).

"A questão do cancelar, essa morte simbólica, é muito interligada com a ideia de que se a gente matar todos os bandidos quem é que vão sobrar? — os assassinos. Então, a gente precisa repensar muito essa história [...] bandidos você coloca no contexto que você quiser", reflexionou ela.

Iza Dezon é formada em Fashion Styling pela escola de moda L'institut Marangoni (Paris) e é mestre em Gestão de Luxo, Moda e Beleza pelo Institut Français de la Mode (IFM).

"Fora da Curva" vai ao ar todas as quintas-feiras. Sua apresentadora, Monique Evelle, foi eleita em 2017 pela revista "Forbes" como "Under 30" (personalidades de destaque com menos de 30 anos), é autora do livro "Empreendedorismo Feminino: Olhar Estratégico sem Romantismo", idealizadora da plataforma Desabafo Social e sócia da Sharp, empresa de inteligência cultural. Já realizou três palestras no evento TEDx e foi repórter do programa "Profissão Repórter".

Podcasts são programas de áudio que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar — no computador, smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Fora da Curva, por exemplo, no Spotify, na Apple Podcasts e no YouTube.