Topo

Notícias


Diário secreto de 'Anne Frank polonesa' será publicado após 70 anos

Renia Spiegel foi morta pelo regime nazista na Polônia, em 1942 - Arquivo da família Bellak
Renia Spiegel foi morta pelo regime nazista na Polônia, em 1942 Imagem: Arquivo da família Bellak

Do TAB, em São Paulo

13/09/2019 13h30

Renia Spiegel viveu na Polônia e foi morta por soldados nazistas em 1942. Ela tinha 18 anos. Durante a adolescência, manteve um diário com relatos sobre os primeiros momentos da ocupação nazista no país, que será agora publicado.

"Renia's Diary: A Young Girl's Life in the Shadow of the Holocaust" ("O diário de Renia: A vida de uma garota à sombra do Holocausto", em tradução livre) foi mantido em um cofre por 70 anos e será publicado pela primeira vez nos Estados Unidos em 19 de setembro.

Os escritos foram encontrados por Zygmunt Schwarzer, primeiro amor de Renia. Eles tiveram seu primeiro beijo poucas horas antes de Renia ser morta em um porão, na cidade de Przemy?l.

Zygmunt entregou o diário para a família de Renia nos Estados Unidos nos anos 1950, depois de sobreviver ao campo de concentração em Auschwitz.

Transformar as 700 páginas de relatos em um livro foi iniciativa da sobrinha de Renia, Alexandra Bellak. "O mundo todo deve conhecer essa história", afirmou em entrevista à BBC.

O livro foi comparado a "Diário de Anne Frank" pela crítica internacional pelas semelhanças dos relatos. Além dos horrores do Holocausto, as duas narradoras falam sobre amor, amigos e questões típicas da adolescência.

Mais Notícias