Topo

Notícias


Programa de alfabetização do Google ensina crianças a identificar fake news

Jogo desenvolvido pelo Google ensina crianças a identificar fake news - Reprodução
Jogo desenvolvido pelo Google ensina crianças a identificar fake news Imagem: Reprodução

do TAB, em São Paulo

24/06/2019 20h34

O Google anunciou nesta segunda-feira (24) uma expansão de seu programa sobre segurança digital chamado "Seja Incrível na Internet". O conteúdo agora inclui alfabetização midiática para ajudar a identificar notícia falsas (fake news) e desinformação na internet. Seis atividades serão lançadas para ensinar crianças (e adultos) a avaliar fontes, identificar URLs falsas e identificar informações erradas.

As aulas foram criadas pelo Google com ajuda de Anne Collier, autora do livro "The Teacher's Guide to Media Literacy" ("Guia de alfabetização midiática para professores", em tradução livre) e co-fundadora da National Association for Media Literacy Education.

As lições são adequadas para crianças entre o 3° e o 6° ano do ensino fundamental e o currículo completo do curso está disponível em português para pais e educadores, assim como o conteúdo na plataforma do Google.

O objetivo do curso é ensinar as crianças a entenderem que nem sempre o conteúdo que encontram na internet é confiável e que pode até servir para roubar informações e dados. Depois de assistir ao conteúdo, os alunos podem praticar exercícios de como reagir a textos, postagens, imagens e mensagens suspeitas.

Em uma seção sobre bots, é ensinado como a inteligência artificial funciona e o contraste entre conversar com um robô e com um ser humano. Há também conteúdo relacionado a credibilidade de fontes e a checagem de fatos, além de como reconhecer um endereço de site falso.

O curso é concluído por meio de um jogo online, chamado Rio da Realidade, que pede às crianças que tomem as melhores decisões para cruzar um rio.

Por meio do programa educativo, espera-se que a checagem de todas as informações e notícias (não somente daquelas que parecem suspeitas) se torne um hábito para os pequenos.

Desde o ano passado, o ensino de checagem de informações no ensino fundamental faz parte da Base Nacional Comum Curricular, que rege o conteúdo que deve ser ensinado nas escolas brasileiras.

Fique por dentro de comportamento e cultura seguindo o TAB no Instagram e tenha conteúdos extras sobre inovação, tecnologia e estilo de vida.

Mais Notícias