Topo

Notícias


Facebook exibe anúncios políticos 'intensos' para adolescentes

Grupo no Facebook - RFI
Grupo no Facebook Imagem: RFI

Do TAB

Em São Paulo

16/08/2019 16h09

Ao menos 208 anúncios políticos "altamente carregados" foram apresentados a adolescentes britânicos entre 13 e 17 anos no Facebook e no Instagram, de acordo com o canal de TV Sky News.

Os anúncios foram revelados por pesquisadores de transparência que utilizaram o ad.watch, uma ferramenta que visualiza os dados fornecidos pelo Facebook sobre campanhas políticas.

"Não deixe o medo vencer", diz anúncio do Partido Trabalhista - Reprodução
"Não deixe o medo vencer", diz anúncio do Partido Trabalhista
Imagem: Reprodução

De acordo com os criadores da ferramenta, não é possível saber se os anúncios foram especificamente direcionados para adolescentes ou apenas estavam sem parâmetros de idade.

A maioria dos anúncios era do partido dos Conservadores e focavam em defender o novo premiê britânico, Boris Johnson. Mas também havia anúncios convocando adolescentes a apoiaram ou se oporem ao Brexit. Outro, do Partido Trabalhista britânico, avisava que "o único jeito de impedir a extrema-direita de vencer era votando nos Trabalhistas".

De acordo com Anne Longfield, comissária infantil da Inglaterra, tais anúncios são impróprios. "Eu não vejo problemas em jovens receberem informações sobre políticos e partidos, mas se eles miram em crianças de um jeito muito enviesado e extremo, acho isso irresponsável", diz.

À Sky News, Longfield também critica o uso dos dados que abastecem as campanhas. "Estou realmente preocupada com qualquer empresa de tecnologia que usa informações sobre pessoas jovens sem elas saberem", diz. No Reino Unido, anúncios políticos na TV são regulados para proibir "exortação direta" ou "explorar a crueldade, lealdade, vulnerabilidade ou falta de experiência". Essas regras, no entanto, não se aplicam ao ambiente digital.

Fique por dentro de comportamento e cultura seguindo o TAB no Instagram e tenha conteúdos extras sobre inovação, tecnologia e estilo de vida.

Mais Notícias