Topo

Notícias


Hackers poderiam usar carros conectados para travar uma cidade

Trânsito intenso na Radial Leste, na altura do metrô Tatuapé, na zona leste da capital paulista, no dia da greve geral convocada em todo o País contra a proposta de reforma da Previdência - Fábio Vieira/Foto Rua/Estadão Conteúdo
Trânsito intenso na Radial Leste, na altura do metrô Tatuapé, na zona leste da capital paulista, no dia da greve geral convocada em todo o País contra a proposta de reforma da Previdência Imagem: Fábio Vieira/Foto Rua/Estadão Conteúdo

Do TAB, em São Paulo

01/08/2019 16h50

Imagine o cenário: você está parado e seu carro automático conectado quebra. Você desce do carro e descobre que todos os carros ao redor também quebraram, porque um hacker invadiu o sistema dos carros conectados e paralisou a cidade inteira.

Parece apocalíptico, mas é isso que pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Geórgia (EUA) imaginaram em um artigo publicado na revista científica Physical Review E. Enquanto muita gente se preocupa com um acidente que pode ser gerado por um ataque hacker a um único carro, os cientistas querem levar o debate para a cybersegurança em massa.

"Com os carros, uma das preocupações atualmente é que há efetivamente um sistema de computação central, e muito se passa por ele. Você não tem necessariamente sistemas separados para rodar seu carro e rodar seu rádio por satélite. Se você puder entrar em um, você pode conseguir entrar no outro", disse Jesse Silverberg, um dos autores do estudo.

Por meio de simulações, os cientistas conseguiram travar completamente o trânsito em Manhattan. "Atrasar aleatoriamente 20% dos carros durante a hora do rush significaria o congelamento total do tráfego"afirma David Yanni, assistente de pesquisa. "Ninguém seria capaz de se mover pela da cidade."

Para conseguir o efeito, nem todos os carros precisam estar conectados, apenas o suficiente para travar 20% da frota que estiver na rua no horário do rush.

Os pesquisadores dizem que não sabem a probabilidade de um ataque hacker a carros realmente acontecer, mas levantaram o alerta para dar a dimensão do tamanho do caos para os especialistas em segurança.

Para reduzir o potencial do caos, Skanka Vivek, pesquisadora autora do estudo, aconselha que haja uma divisão da rede digital que controla os carros para tornar impossível o acesso a muitos deles por meio de uma única rede. "Se você puder ter certeza de que os carros próximos um do outro não podem ser hackeados ao mesmo tempo, isso diminuirá o risco deles bloquearem o tráfego juntos", diz.

Fique por dentro de comportamento e cultura seguindo o TAB no Instagram e tenha conteúdos extras sobre inovação, tecnologia e estilo de vida.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias