Topo

Notícias


Lago vira hit no Instagram, mas paraíso, na verdade, é depósito tóxico

Reprodução/Instagram
Oásis e hit no Instagram, lago na Sibéria, na verdade, é tóxico Imagem: Reprodução/Instagram

Do TAB, em São Paulo

2019-07-11T13:35:48

11/07/2019 13h35

Um lago azul-turquesa na Sibéria tornou-se o cenário perfeito para aquela selfie bem-sucedida. O lago cintilante tem atraído turistas em visita ao país e virou hit nas redes sociais, com direito a hashtag e uma conta própria.

Com aparência tropical, as pessoas entram no lago, se banham e não raro posam com trajes de banho. Mas o paraíso é só no Instagram. Aquelas águas cristalinas são, na verdade, um depósito de produtos químicos. A cor azul vibrante? Resultado da mistura de sais de cálcio e metais dissolvidos em cinzas de carvão, despejadas na água através de tubos de uma estação elétrica.

Ainda não está convencido? A Companhia Geradora de Energia da Sibéria se refere ao lago como local de descarte da Estação de Aquecimento e Elétrica nº 5. Só esqueceram de avisar às centenas de pessoas, inclusive casais em sessões de fotos, que posam ali sem saber que estão em contato com águas tóxicas.

O movimento é tanto que a usina emitiu um aviso na região, alertando: "Você não pode nadar no depósito de cinzas". Segundo a companhia, "o contato da pele com essa água pode causar uma reação alérgica."

Video: @sir.a.dmitrievich

A post shared by ????????????? ???????? (@maldives_nsk) on

Isso, é claro, não impediu as pessoas de garantirem belos cliques no lago apelidado nas redes sociais como "Novosibirsk Maldivas" por sua aparência tropical. O paraíso artificial agora tem até uma conta própria no Instagram: @maldives_nsk.

Uma pessoa que recentemente postou uma selfie lá observou que a água era "quente e com gosto adocicado".

Photo: @ekaterinaaaaks

A post shared by ????????????? ???????? (@maldives_nsk) on

Outro, que entrou na água acompanhado de um unicórnio inflável, relatou depois: "Meus pés estão levemente vermelhos e coçando por dois dias." A usina informa que as cinzas despejadas no lago tornaram seu chão extremamente lamacento: "sair sozinho do reservatório é quase impossível", alerta.

Mais Notícias