Topo

Notícias


Trump quer que redes sociais identifiquem atiradores antes dos ataques

Daniel Neri/TAB
Imagem: Daniel Neri/TAB

Do TAB, em São Paulo

05/08/2019 18h29

Depois de dois tiroteios em massa chocarem os Estados Unidos neste fim de semana, o presidente Donald Trump afirmou nesta segunda-feira (5) que vai pedir às redes sociais que desenvolvam ferramentas para detectar potenciais ataques no país. As chacinas em El Paso e Ohio resultaram na morte de 31 pessoas.

Em seu discurso sobre a onda violenta, Trump disse que é necessário "fazer um melhor trabalho para identificar e agir com sinais de alerta antecipado". Ele sugeriu que as empresas de mídia social desenvolvam novas formas de capturar o que chamou de "bandeiras vermelhas".

"Estou orientando o Departamento de Justiça para trabalhar em parceria com agências estaduais e federais locais, bem como empresas de mídia social, para desenvolver ferramentas que possam detectar atiradores em massa antes que eles ataquem", disse Trump no discurso.

Embora o presidente não tenha especificado como essas "ferramentas" possam funcionar, Trump parece sugerir que empresas como o Facebook usem softwares para detectar possíveis atiradores com base em suas atividades na plataforma, o que certamente levanta questões importantes, como a privacidade dos usuários.

Trump, que sugeriu no Twitter no início da manhã que a mídia "contribuiu muito para a raiva e a ira" nos Estados Unidos, também condenou a cultura dos games: "[São] jogos horríveis e medonhos que agora são comuns".

A ESA, associação de Softwares de Entretenimento dos Estados Unidos, divulgou uma nota logo após as declarações de Trump reafirmando que estudos científicos indicam "que não há conexão entre videogames e violência".

O TAB se debruçou sobre o assunto na reportagem "A Psicologia do Massacre", sobre o massacre na escola Raul Brasil, em Suzano (SP), em março passado. Psicanalistas e especialistas em segurança observaram uma combinação de fatores para os ataques, entre eles está bullying, fóruns extremistas na internet e discurso de ódio.

Fique por dentro de comportamento e cultura seguindo o TAB no Instagram e tenha conteúdos extras sobre inovação, tecnologia e estilo de vida.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias