Topo

Notícias


Como as marcas estão entrando na onda da nostalgia dos anos 1990

Foliona usou pochete estilosa no Cordão da Bola Preta - Douglas Shineidr/UOL
Foliona usou pochete estilosa no Cordão da Bola Preta Imagem: Douglas Shineidr/UOL

Do TAB, em São Paulo

21/08/2019 13h08

Sandy e Junior estão de volta em 2019. Rei Leão e Aladdin também. Na moda, a pochete foi tendência no Carnaval, assim como as calças de cintura alta. Os anos 1990 voltaram com tudo nas roupas, na música e nas telas do cinema, mas também na publicidade.

Marcas como a Fila, a Champion e a Patagonia voltaram a fazer sucesso nos Estados Unidos graças à sensação de nostalgia em alta entre a nova geração. Entre 2016 e 2018, as vendas da Fila aumentaram, 200% e, entre o ano passado e este ano, a Champion vendeu quase US$ 1,4 bilhão.

Para o diretor da agência Highsnobiety, Jian DeLeon, a volta do que já se foi acontece porque os diretores criativos das marcas de moda fazem parte da geração X. "É quem está criativamente no poder agora e aquela foi a época em que eles cresceram", afirmou em entrevista à Glossy.

Algumas das marcas estão inclusive expandindo o mercado. A K-Swiss, marca de tênis famosa dos anos 1990 nos EUA, está bombando agora na China e quer repaginar seus produtos. "As pessoas respeitam a história, mas é um pensamento de curto prazo ter só isso como abordagem", afirmou o presidente da marca, Barney Waters.

A Fila, por exemplo, tem lançado novos produtos e designs para aproveitar a onda de nostalgia, mas sem repetir o passado. "Acho que a chave que muitas marcas de sucesso dos anos 1990 têm é que elas não estão apenas reproduzindo suas coisas originais. É mais a ideia dos anos 1990 filtrada através de uma lente moderna", diz DeLeon.

Fique por dentro de comportamento e cultura seguindo o TAB no Instagram e tenha conteúdos extras sobre inovação, tecnologia e estilo de vida.

Mais Notícias