PUBLICIDADE
Topo

Paulo Sampaio

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Marido de Sasha conta como a conheceu: 'Não foi amor à primeira vista'

Sasha e João Lucas, entre os pais dele, Lu e Eli Figueiredo, no dia do casamento - Arquivo Pessoal
Sasha e João Lucas, entre os pais dele, Lu e Eli Figueiredo, no dia do casamento Imagem: Arquivo Pessoal
Paulo Sampaio

Nascido no Rio de Janeiro em 1963, Paulo Sampaio mudou-se para São Paulo aos 23 anos, trabalhou nos jornais Folha de S. Paulo e Estado de S. Paulo, nas revistas Elle, Veja, J.P e Poder. Durante os 15 anos em que trabalhou na Folha, tornou-se especialista em cobertura social, com a publicação de matérias de comportamento e entrevistas com artistas, políticos, celebridades, atletas e madames.

Colunista do TAB

21/05/2021 04h01

A música feita para Sasha está pronta, mas o cantor e compositor João Lucas Figueiredo, 21, prefere só revelar o nome e o conteúdo quando estiver para lançá-la em seu canal no YouTube, que conta com 85 mil inscritos. Depois de menos de um ano de namoro, Figueiredo se casou com a filha de Xuxa na sexta-feira (14), em um cerimônia só para a família e poucos amigos em São Paulo.

A noiva publicou fotos do enlace nas redes sociais, acompanhadas do texto: "Me casei com meu melhor amigo. Vou passar o resto da minha vida sorrindo do seu lado. Promise to love and cherish you forever."

Nascido em São Paulo, João Lucas migrou aos 9 anos para São João da Boa Vista (a 220 km da capital) com os pais evangélicos. Pastores da igreja Bola de Neve, Luiz, 57, e Eliana Figueiredo, 45, são empresários e prestam consultoria comercial. Além do marido de Sasha, o casal tem mais um filho, Daniel, o Dandan, de 15 anos.

Há cerca de cinco anos, João Lucas voltou a morar em São Paulo, considerando que estaria mais próximo dos acessos para tocar a carreira de cantor. "O João sempre foi muito independente, nós ficávamos impressionados com a precocidade dele. Desde os 17 anos, trabalha e mora sozinho", orgulha-se Eliana, que intermediou a entrevista com o filho.

Lu e Eli, como são chamados os pastores, conheceram Xuxa e Juno em um jantar vegano preparado pela própria apresentadora, em São Paulo. "O prato estava maravilhoso, conversamos sobre a infância dos filhos, foi muito agradável. O Juno e a Xuxa são especiais."

Segundo Eli, Xuxa nunca esteve na Bola de Neve.

Quase que por acaso, os Figueiredo também conheceram Luciano Szafir, pai de Sasha, que coincidentemente fez uma viagem de trabalho a São João da Boa Vista e os procurou para se apresentar.

Na entrevista à coluna, João Lucas conta que conheceu Sasha em um grupo de oração organizado pela atriz Bruna Marquezine. Quem fez a conexão dele com a "célula" foi a cantora evangélica Priscilla Alcântara, de quem ele é amigo "há muitos anos". Abaixo, as respostas dele a perguntas encaminhadas por Lu e Eli Figueiredo.

Sasha e João Lucas, entre os pais dele, Lu e Eli Figueiredo, no dia do casamento - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Sasha e João Lucas, entre os pais dele, Lu e Eli Figueiredo, no dia do casamento
Imagem: Arquivo Pessoal

TAB: O que leva um rapaz de 21 anos a pedir a mão da namorada (de 22) em casamento? O que o faz crer que ela é a mulher com quem pretende passar o resto da vida?

João Lucas Figueiredo: Acredito que o fato de sermos muito amigos (até mesmo antes de namorarmos) foi um fator crucial para nos conhecermos tão bem, a ponto de saber que nos amamos tanto e que queremos passar a vida inteira juntos. Eu sei que nem todos têm esse privilégio, de conhecer seu parceiro ou parceira da vida tão cedo como nós. Nosso pensamento é, por que não vivermos agora esse amor, se já temos o que precisamos (de acordo com nosso ponto de vista) pra isso? Nos amamos, nos respeitamos, nos admiramos e, além de tudo isso — o que é o mais importante —, somos independentes e trabalhamos muito pra isso.

TAB: Você mora em São Paulo, a Sasha nos Estados Unidos. Como vocês se aproximaram?

JLF: Através da (cantora) Priscilla Alcântara, que é minha amiga há muitos anos, conheci a célula (reunião de música e oração) da Bruna Marquezine. Lá, acabei fazendo amizade com mais pessoas, inclusive a Sasha.

TAB: Nem todos são da Bola de Neve: é um culto ecumênico?

JLF: Não é um culto. É uma reunião de amigos que têm o desejo de conhecer e se aproximar mais de Jesus.

TAB: Pelo que foi publicado, você e a Sasha se aproximaram de fato em uma missão em Angola. Do que se trata, exatamente?

JLF: Sim. Fomos com o objetivo de participar de um trabalho social organizado por uma ONG incrível, com um trabalho muito sério e excelente, o qual fazemos parte até hoje [A ONG em questão é a Baluarte, tocada pelo cantor gospel Marcos Freire].

Sasha e o cantor João Lucas Figueiredo, cortando o bolo de casamento feito pelo chef José Luiz Gabriel, da Doce Vida - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Sasha e o cantor João Lucas Figueiredo, cortando o bolo de casamento feito pelo chef José Luiz Gabriel, da Doce Vida
Imagem: Arquivo Pessoal

TAB: Pode descrever o momento em que conheceu a Sasha? Foi paixão à primeira vista? Teve um cupido?

JLF: Não foi paixão à primeira vista. Eu a vi pela primeira vez no lançamento da coleção joias dela, na HStern. Mas garanto que, desde que a conheci, percebi o quão especial ela é. Desde então construímos uma amizade muito especial, tão especial que se tornou um casamento rsrsrs.

TAB: Ouvimos falar que alguns jovens evangélicos apressam o casamento porque não podem fazer sexo antes. Isso influenciou, no seu caso?

JLF: Não.

TAB: Você e Sasha moram longe um do outro, e a pandemia de covid-19 forçou ainda mais o isolamento das pessoas. O namoro foi à distância?

JLF: Desde que começou a pandemia a Sasha não retornou aos EUA, então namoramos à distância por pouquíssimo tempo.

TAB: Você é um cantor gospel? Como definiria o seu trabalho como músico?

JLF: Sou cantor solo e sou cristão. Consequentemente, minha arte carrega parte da minha essência, mas particularmente não gosto de associar minha música a um gênero específico, pois acredito que minha fé vai além de um estilo musical. Toco teclado, violão e bateria. O carro-chefe da minha carreira é sem dúvida "De 1 até 3" (1,3 milhão de visualizações no canal do Youtube). É a que passa a identidade musical que pretendo seguir de agora em diante. O clipe foi gravado em Angra dos Reis, é muito especial por sinal.

TAB: Em que momento você compõe? Qual a principal inspiração?

JLF: A maioria das músicas eu compus em momentos aleatórios, num avião, no chuveiro ou até mesmo no piano. Minha inspiração sempre são minhas experiências pessoais, ou algo que li ou senti em algum momento específico da minha vida.

TAB: Quantas músicas você já compôs? Alguma para Sasha?

JLF: Devo ter umas 30 composições minhas até hoje, porém não gravei todas ainda. A da Sasha eu ainda vou lançar.

TAB: Pelo que sua mãe contou, você teve um relacionamento anterior mais ou menos sério. Já tinha pensado em se casar?

JLF: Tive um relacionamento anterior, sim. Foi sério mas eu era muito diferente, comparado a quem sou hoje. Sempre sonhei em me casar, mas confesso que nunca antes quis viver isso como hoje, com a Sasha.

TAB: Você chegou a cursar alguma faculdade?

JLF: Cursei o primeiro ano de direito, mas tive que trancar pra poder me dedicar à carreira de cantor.

TAB: Você passou quase 10 anos de sua vida em São João da Boa Vista. Sente falta da cidade?

JLF: Sinto falta da minha família e de amigos. A cidade é linda, mas sou muito feliz vivendo em São Paulo, que atualmente me atende em tudo o que preciso.

TAB: Onde vocês pretendem morar? Nos EUA, no Rio ou em São Paulo?

JLF: No Brasil, tendo São Paulo como base. Mas o Rio sempre vai ser um lugar que iremos visitar.

TAB: Vocês estão em lua de mel. Viajaram? Qual o destino?

JLF: Quando embarcarmos, todos vão saber. Por enquanto preferimos deixar tanto o destino quanto o dia só entre nós e família.