PUBLICIDADE

Topo

Podcast

Caoscast

Conversas sobre comportamentos e tendências que fazem a cabeça dos brasileiros


CAOScast no Festival Path: já podemos aceitar que o millennial envelheceu?

Michel Alcoforado, Marina Roale, Rebeca de Moraes e Tiago Faria na transmissão ao vivo do CAOScast - Festival Path/Reprodução
Michel Alcoforado, Marina Roale, Rebeca de Moraes e Tiago Faria na transmissão ao vivo do CAOScast Imagem: Festival Path/Reprodução

28/11/2020 04h01

O quarteto do podcast CAOScast invadiu a programação do Festival Path Digital na tarde desta sexta-feira (27). Nesta versão extra, transmitida ao vivo, Michel Alcoforado reuniu seu time de bambas para tentar responder à seguinte pergunta: já que os millennials envelheceram, como fica a dor da adultização? Você pode ouvir o podcast em todas as plataformas de distribuição, como Spotify (disponível abaixo), e também conferir a conversa em vídeo no Youtube do UOL.

Enquanto os nascidos entre os anos 1980 e o início dos anos 1900 estão à procura da felicidade e de satisfações pessoais, a geração Z, que vem chegando, tem planos e sonhos diferentes. Fato: tem mais Zs casando — claro, do jeito deles — que os próprios millennials.

"Os antigos jovenzinhos já estão sentindo a ressaca", comentava Alcoforado, logo no início do programa. O antropólogo e colunista de TAB, que disse estar sentindo "dor na lombar" — marcas da idade, questionou os demais sobre como é que dá pra ser jovem sendo velho.

A questão é que não são só os millennials que estão se surpreendendo com a passagem do tempo. Marina Roale, por exemplo, acha que ainda tem muita empresa que vê no millennial a representação máxima da juventude. "A gente brinca, quando vai a encontros com agências de publicidade, escolhendo moodboard: 'se o seu jovem gosta de chão de taco, é pai de planta e curte um avocado toast, ele envelheceu'" (a partir de 10:39).

Crescer e o que isso acarreta — responsabilidade — são sempre ilustradas com memes e expressões com "boleto". O aperto financeiro e a fetichização das "contas a pagar" podem assustar a quem se descobre adulto mas ainda não atravessou marcos importantes da adultez, como casar, ter filhos, comprar uma casa própria.

"O millennial caiu numa cilada de acreditar que a possibilidade de escolha significa liberdade. Não ficou claro que toda escolha implica renúncia implícita. Querer viver um presente de plenitude sem pensar em guardar dinheiro na poupança trouxe essa pretensa maturidade a eles, sem que se cumpram as expectativas de adultez da época dos nossos pais", explica Tiago Faria (a partir de 20:04). "Mas a culpa não é culpa só nossa. A geração que nasceu nos anos 1980 é a primeira que chega à idade adulta com renda menor que a que seus pais tinham, na década anterior. Eles ficaram adultos num cenário de crise econômica."

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Caoscast, produzido pela Consumoteca e distribuído por TAB UOL, em plataformas como Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Deezer e YouTube.