PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Caoscast

Conversas sobre comportamentos e tendências que fazem a cabeça dos brasileiros


CAOScast: Gigantes da tecnologia querem vender 'metaverso'. O que é isso?

Mais Caoscast
1 | 25

03/03/2022 04h01

O termo já parece incorporado aos discursos mais antenados. Para alguns, se trata de um mergulho em uma nova forma de organização social, capaz até mesmo de reinventar as maneiras de relacionamento humano e consumo. Estamos falando do metaverso.

As interrogações, por outro lado, andam maiores do que as exclamações. Não à toa, o time do CAOScast decidiu se debruçar sobre esse assunto no debate desta edição.

"É tanta notícia com metaverso mobilizando milhões e milhões e a grande maioria das pessoas não faz a menor ideia do que vem ele vem a ser", constata o pesquisador Tiago Faria (ouça a partir de 4:25).

Marina Roale, líder de pesquisa da Consumoteca, acredita que o metaverso ainda é um boato. "É uma metapromessa. Justamente é esse o estágio em que a gente está", diz ela (a partir de 6:50).

"Por enquanto, ainda não é um movimento cultural, nem um fenômeno de massas. É um conceito, uma aposta de um grupo de pessoas", conclui Marina.

Uma aposta interessante. "Não sendo um produto, não sendo um serviço, não sendo um espaço físico, as pessoas e as empresas estão com dificuldade de achar qual é a finalidade do metaverso", diz a filósofa Anna Flavia Ribeiro (a partir de 26:05), convidada do programa.

"Sendo metaverso um 'metauniverso', o único problema que ele tem para resolver é de se criar a si mesmo", completa ela. Anna Flavia define o metaverso como "uma entidade autônoma que caminha com razoável grau de liberdade", posto que é "um conceito narrativo imaginado por um conjunto de centenas de milhares de pessoas".

"O que faz com que o metaverso seja vivo são as comunidades que se apossam, se apropriam daquilo. E vão construindo e colocando sua cara em cima. Tem potencial gigante de ser o maior experimento narrativo da história da humanidade", afirma a filósofa.

Ela acredita, contudo, que o metaverso não veio para favorecer transações comerciais — e sim valorizar experiências. "Tem a ver com espaço e tempo em movimento. É pura ação, assim como a vida é pura ação", define Anna Flavia (ouça em 14:25).

Para entrar de cabeça nesse universo e entende de vez qual é a proposta do "metaverso", ops, nesse meta-universo, não deixe de ouvir o episódio completo de CAOScast no player acima.

Este e os outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir CAOScast, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e YouTube.