PUBLICIDADE

Topo

Fora da Curva #8: Fantasia de virar um unicórnio: e quando o CNPJ E CPF se confundem?

Mais Fora da Curva
1 | 23

26/03/2020 04h00

No oitavo episódio do podcast "Fora da Curva", publicado nesta quinta-feira (26), a empreendedora e criadora de conteúdo Monique Evelle entrevista Maitê Lourenço, fundadora e CEO da BlackRocks Startups, que incentiva a entrada de empreendedores negros no mercado de tecnologia, informação e startups.

Lourenço, que é psicóloga de formação, fala sobre as dificuldades de se separar a vida pessoal da profissional. E compartilha um pouco da sua experiência no papel de empreendedora (a partir de 24:57).

"Foi desafiador colocar o BlackRocks esses três anos de pé [...] Teve um momento em que eu tive que me anular. Tive que olhar para o BlackRocks e falar: — Não, agora é fulltime. [...] Entretanto, sábado e domingo eu ficava sem fazer absolutamente nada. Eu evitava e evito o máximo possível fazer ações no final de semana", explicou ela.

Maitê lembrou que existem negócios em que é preciso estar na ruas de sábado e domingo, mas que é preciso deixar ao menos um dia da semana reservado para não se pensar em nada. "Isso me fez perceber o quanto é necessário ter esse tempo para gente. Hoje eu tento o máximo possível chegar às 19h, e beijo e tchau. Não penso mais em BlackRocks."

A pedido de Monique, que compartilhou experiências como estar atrás de um trio elétrico e receber propostas de apresentação de projetos na ocasião, Lourenço comentou sobre como é estar disponível 24h por dia e o quanto isso pode adoecer (ouça a partir de 28:46).

"Eu tenho as minhas redes sociais fechadas justamente por conta disso. [...] Às vezes estou no final de semana justamente no dia do nada [...] e tá lá a minha rede social bombando. Então assim, eu estabeleci que a rede social que precisa falar com o BlackRocks é a do BlackRocks. [...] Eu preciso estabelecer uma forma limitante para que você de fato valorize e as outras pessoas também entendam que tem valor aquele trabalho", comentou ela.

Maitê Lourenço começou a empreender com a iniciativa Cia. de Currículos, que ajudava a criar documentos para pessoas físicas que buscavam colocação no mercado. Em 2017, foi finalista do Startup Awards na categoria Impacto Social, sendo uma das mulheres inspiradoras da organização Think Olga e premiada pela revista Veja no Prêmio Veja-se, na categoria diversidade.

"Fora da Curva" vai ao ar às quintas. Sua apresentadora, Monique Evelle, foi eleita em 2017 pela revista "Forbes" como Under 30 (personalidades de destaque com menos de 30 anos), é autora do livro "Empreendedorismo Feminino: Olhar Estratégico sem Romantismo", idealizadora da plataforma Desabafo Social e sócia da Sharp, empresa de inteligência cultural. Também realizou três palestras no evento TEDx e foi repórter do programa "Profissão Repórter". No início de 2019, criou o podcast "Intuições Promissoras", que ganha continuidade com o programa "Fora da Curva".

Podcasts são programas de áudio que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar — no computador, smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Fora da Curva, por exemplo, no Spotify, na Apple Podcasts e no YouTube.